domingo, 4 de maio de 2014

Deu sorte

Ontem deu no jornal
Amanhã seria um dia banal
De pingos em pingos passaríamos
E mais um, distante do sol, seria

Meus ouvidos, na hora, desconfiaram
Só podia ser mais uma bola fora
Do extenso jornal nacional
Que de clima de nada sabia

Conversei com o céu
Na esperança de uma resposta
Afinal, que ventos traria?
Meio a meio era a resposta
Dependia do seu ponto de vista

Bom,  acho que dessa vez meu ponto de vista deu SORTE!


Thaís Pires-Alves.
Copyright: Thaís Pires-Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário